20 de março de 2017

No aniversário de 80 anos de Paulo José, relembre papéis marcantes do ator gaúcho de Lavras de Sul

Nome importante da dramaturgia nacional, interpretou Policarpo Quaresma e Macunaíma no cinema e fez novelas clássicas na TV

20/03/2017 - No aniversário de 80 anos de Paulo José, relembre papéis marcantes do ator gaúcho de Lavras de Sul.

Gaúcho de Lavras do Sul, o ator Paulo José completa nesta segunda-feira 80 anos. Com uma carreira marcada por papéis importantes no cinema e participação em pelo menos 25 novelas, o ator acumula personagens importantes, como Macunaíma e Policarpo Quaresma.

Longe da TV desde 2014, quando interpretou um portador de Parkinson na novela Em Família, Paulo José lida há mais de 20 anos com a doença – que, se não o impede de manter ativo o trabalho de atuação, dificulta a fala, o que exige personagens mais leves.

Paulo José Gómez de Souza nasceu em Lavras do Sul, no interior do Rio Grande do Sul, em 20 de março de 1937. Aos 10 anos, foi estudar em Bagé e teve o primeiro contato com a dramaturgia. Já em Porto Alegre, prestou vestibular para Medicina e Arquitetura, além de começar no teatro amador.

No início da década de 1960, Paulo José foi morar em São Paulo e começou a trabalhar com o grupo Teatro de Arena, onde exerceu as funções de ator, contrarregra, assistente de direção, produtor, diretor musical, cenógrafo e figurinista. Estreou em 1961, na peça Testamento de um Cangaceiro, de Chico de Assis. Na mesma década, estreou no cinema, em 1965, atuando no filme O Padre e a Moça, de Joaquim Pedro de Andrade, e na televisão, em 1969, na Globo, estreando no final da novela Véu de Noiva, de Janete Clair.

Ainda na década de 1960, participou de produções de extrema importância para o Cinema Novo, como Macunaíma, dirigido por Joaquim Pedro de Andrade, e Todas as Mulheres do Mundo, de Domingos Oliveira. Seu primeiro grande sucesso em uma novela aconteceu com O Primeiro Amor (1972), de Walther Negrão. Em uma carreira que chega perto dos 60 anos, o ator participou de 25 novelas, 13 minisséries, oito seriados e pelo menos 50 filmes. Como diretor, levou obras de Erico Verissimo, como O Tempo e o Vento e Incidente em Antares, à televisão.

Confira alguns papéis marcantes do ator:

1. Macunaíma (1969)

Ao lado de Grande Otelo, Paulo José deu vida a um dos grandes clássicos da literatura nacional. Na premiada adaptação para o cinema, ele interpreta não só o herói com nenhum caráter, mas também a mãe de Macunaíma.

2. O Primeiro Amor (1972)

O primeiro grande sucesso em telenovela aconteceu com O Primeiro Amor, de Walther Negrão, em que interpretava mecânico-inventor Shazan, que compunha uma dupla bem-humorada com Xerife, personagem vivido por Flávio Migliaccio. O sucesso da dupla foi tanto que, no mesmo ano, estreou o seriado Shazan, Xerife e Cia, escrito, dirigido e interpretado pelos dois atores e levado ao ar entre 1972 e 1974.

3. Explode Coração (1995)

O ator teve uma atuação marcante na novela Explode Coração, de Gloria Perez. Na trama, ele deu vida ao rico comerciante cigano Jairo, pai da protagonista Dara, interpretada pela atriz Tereza Seiblitz. Dois anos depois, faria novo sucesso com Por Amor (1997), de Manoel Carlos, no papel de Orestes, um alcoólatra casado com Lídia (Regina Braga) e pai de Eduarda (Gabriela Duarte).

4. Policarpo Quaresma, Herói do Brasil (1998)

Mais uma vez, o ator interpretou um dos personagens mais clássicos da literatura nacional: Policarpo Quaresma é um sonhador e um nacionalista que atua no Congresso e quer que o idioma tupi-guarani seja o oficial no Brasil, mas é visto pela sociedade como louco e acaba indo parar no hospício.

5. O Palhaço (2011)

No filme idealizado e protagonizado por Selton Mello, Paulo José recebe quase uma homenagem do ator e diretor: interpreta seu pai, Valdemar, que tem de lidar com a inconstância do filho em relação ao trabalho de palhaço em um circo mambembe. Fonte: Zero Hora.

13 de março de 2017

Video inédito probaría que Adolfo Hitler consumía anfetaminas

Megashow de rock deixa dois mortos na Argentina

12 de mar de 2017 - Megashow de rock deixa dois mortos na Argentina
Única apresentação anual do ídolo local Indio Solari, que sofre de Parkinson, reuniu 250 mil pessoas em Olavarría; confusão ocorreu na saída do show e há registros de 15 feridos hospitalizados,

5 de março de 2017

Xuxa desabafa sobre ser ignorada na Globo: '29 anos de parceria enterrados'

02/03/2017 - 'Vivi uma situação que, se a minha mãe ou a maioria do público que assiste ao desfile em casa fosse comentarista, poderia narrar como um ato muito feio', escreveu a apresentadora.

Apresentadora assume que ficou muito triste com a situação

Em sua coluna na Contigo!, Xuxa Meneghel desabafou sobre a situação que viveu quando desfilou pela Grande Rio no último domingo, 26. Ao passar na Marques de Sapucaí, a apresentadora foi ignorada pelas câmeras da Globo. No site, ela falou sobre o assunto pela primeira vez.

LEIA TAMBÉM:
Destaque do desfile da Grande Rio, Xuxa é ignorada pela Globo durante transmissão

Xuxa explica que o carnaval sempre foi importante por causa de sua mãe, Alda, que sofre de doença de Parkinson. "Ou seja, essa época de folia era uma data muito importante para a minha Aldinha. Pela TV, ela assistia aos desfiles de todas as escolas de samba e podia até ser comentarista do Carnaval", escreveu. "Aliás, por isso, atualmente, não curto mais essa festa, pois é uma data para ela, só dela."

O estado de Alda impede que ela interaja com o mundo, como explicou Xuxa no texto. Apesar de viver um momento familiar difícil, com seu pai internado há um mês, ela escolheu desfilar.

"Vivi uma situação que, se a minha mãe ou a maioria do público que assiste ao desfile em casa fosse comentarista, poderia narrar como um ato muito feio", descreveu. A apresentadora assume que já imaginava que a Globo não falaria dela, mas nada tão radical. "Vê-los baixar as câmeras enquanto eu passava me deixou muito mal. É como se visse 29 anos de parceria enterrados, sepultados…", desabafou.

Por fim, Xuxa parabenizou Ivete Sangalo, homenageada pela Grande Rio, e disse que se sentiria mal se perdesse uma noite tão especial para a amiga.

Procurada pelo E+, a emissora diz que não só mostrou Xuxa na avenida como textualizou sua apresentação. "Quem acompanhou a transmissão do Carnaval da Globo sabe que não apenas mostramos a imagem da apresentadora no desfile da Grande Rio como nossos narradores contextualizaram a sua presença, trazendo a informação de que Xuxa representava a astronave rumo ao infinito, marcando a chegada de Ivete Sangalo à Banda Eva." Fonte: O Estado de S.Paulo.

3 de março de 2017

Sofrendo de doença de Parkinson, Eva Todor está internada em clínica no Rio

Atriz tem mais de 80 anos de carreira no teatro e na TV

3/3/2017 - Segundo a coluna Olá (Agora São Paulo), Eva Todor, de 97 anos, está internada em uma clínica do Rio.

Ainda não se sabe o atual estado da atriz, que sofre de doença de Parkinson e vivia reclusa sob o cuidado de enfermeiras.

Eva tem mais de 80 anos de carreira no teatro e na TV. Fonte: Record R7.

Eva Todor: internada há 10 dias com pneumonia, atriz de 97 anos está em "franca recuperação"
Familiares não autorizaram divulgação do boletim sobre o estado de saúde, mas enviaram nota à imprensa

03/03/2017 - Eva Todor: internada há 10 dias com pneumonia, atriz de 97 anos está em "franca recuperação" TV

Eva Todor está internada há 10 dias na clínica São José, no Humaitá, zona sul do Rio, onde está sendo tratada de uma pneumonia. Em nota, a família da atriz diz que Eva, que tem 97 anos, está em "em franco processo de recuperação" e deve ser liberada em breve.

Os familiares da atriz não autorizaram a divulgação do boletim médico sobre o estado de saúde, mas enviaram nota a imprensa, conforme divulgado pelo jornal Extra:

"A atriz Eva Todor (97 anos) foi internada na Casa de Saúde São José, no Humaitá, RJ, para tratamento de pneumonia e encontra-se em franco processo de recuperação. Lúcida, D. Eva tem recebido o carinho dos familiares, de colaboradores e de amigos íntimos, confiantes em seu pronto restabelecimento.

A atriz apresenta um quadro de saúde estável, já está acompanhando os seus programas de televisão favoritos e aguarda para breve o retorno para casa.

Não está autorizada a divulgação dos boletins médicos e não estão liberadas as visitas públicas".

De acordo com o jornal, Eva sofre de doença de Parkinson e está longe da TV desde  Salve Jorge, novela exibida em 2012. A última aparição pública da atriz foi em novembro de 2014, quando recebeu uma homenagem feita por amigos artistas no Teatro Leblon. Fonte: ClicRBS.